Governo Aprova Suspensão de Pagamento de Crédito Habitação

Governo Aprovou no último Conselho de Ministros a suspensão por 6 meses do Crédito Habitação!
A medida aprovada não pressupõe o perdão da dívida nesse período, mas sim uma suspensão do pagamento numa altura de maior aperto para as famílias. Na prática a data de término do crédito em vigor passa a ser 6 meses mais tarde; ou seja, se um crédito tiver o seu fim a 31 de Outubro de 2021, aderindo à medida agora aprovada, passa a terminar a 30 de Abril de 2022.
A medida destina-se exclusivamente a situações que tenham sido agravadas na sequência da actual crise: em situação de desemprego, em regime de lay-off simplificado, pessoas que trabalhem em entidades que tiveram de encerrar neste período, pessoas que estão em isolamento profiláctico, ou por doença, pessoas que prestem em assistência à família (filhos, netos), etc.
Para aceder a esta suspensão do crédito, basta a pessoa dirigir-se ao banco e requerer a moratória, que entrará em vigor no dia em que for requerida (mesmo que o banco demore mais tempo a proceder à formalização). Ou seja, o processo é “automático”. Cabe a cada banco decidir a duração desta moratória, podendo cada banco ir mais longe do que os seis meses agora previstos por lei.
Relativamente às rendas das casas, também foi aprovada uma moratória, contudo esta decisão ainda carece de aprovação do Parlamento. Na prática, as famílias com maior dificuldade poderão pedir um empréstimo ao IHRU (Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana) para pagar as rendas relativas a estes meses de aperto, não sobrecarregado por isso os senhorios, que não ficam prejudicados.

27-03-2020